O corpo carbonizado encontrado em um Renault Clio prata, com placas de Sinop, que pegou fogo, na última sexta-feira à noite, pode ser de um jovem, de 20 anos, que está desaparecido desde sexta-feira. O carro foi encontrado sábado pela manhã. Na investigação policial, foi constatado que havia um corpo carbonizado. Uma mulher foi ao local, se apresentou como proprietária do veículo e disse que possivelmente o corpo seria do seu filho.

Foi coletado material para confronto de DNA e o resultado deve sair em 30 dias. O perito criminal Leandro Valendorf, esteve no local disse “que não é possível informar se é homem ou mulher, nem se já estava morto quando o carro foi incendiado. No cadáver não foi possível identificar características de homicídio, porém, as chamas no carro foram proposital. O veículo foi deixado em posição de desova”, explicou, anteriormente.

O caso deve passar a ser apurado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico legal (IML).