Uma tragédia marcou a tarde de domingo (22) de uma família que mora no bairro Paquetá, na Pampulha, em Belo Horizonte. Uma criança de 3 anos morreu depois de ser atingida pelo carro do pai na garagem.

De acordo com a corporação, o pai havia saído do condomínio, onde estava tendo um almoço de família, para buscar algumas mesas em outro local. Ao voltar, deixou os objetos no estacionamento e foi guardar a caminhonete. Naquela hora, alguns familiares deram falta do garoto, que estava brincando com um balão, e até gesticularam para o pai, que guardava o carro. Ele não percebeu, pois os vidros têm uma película escura.

Momentos depois, sentiu o impacto, desceu do veículo e encontrou o filho já no chão, com sangramento e escoriações. O irmão também presenciou o ocorrido e contou à PM que o pai ficou desesperado, correndo por todos os lados e gritando bastante. Os dois chegaram a ligar para o Samu e, conforme relatado aos militares, ficaram irritados com muitas perguntas feitas pelos atendentes. Foi quando decidiram levar a criança para o hospital.

No caminho, encontraram uma viatura da polícia na avenida Pedro II, que levou a criança para o hospital Odilon Behrens, mas a vítima não resistiu aos ferimentos.

O pai do menino prestou depoimento, consentiu em soprar o bafômetro que constatou não haver consumido bebida alcoólica. Ele disse que o veículo não possui sensor traseiro e que,devido a estatura da criança, não foi possível visualizá-lo pelos retrovisores.

O local onde aconteceu o acidente foi interditado e agentes da Polícia Civil fizeram perícia. Câmeras de segurança, do circuito interno, também mostraram o ocorrido e confirmaram as versões do pai e de seu irmão.

 

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.