Anúncios

O agente penitenciário Edson Batista Alves, de 35 anos, foi preso mais uma vez pelo 10º Batalhão da Polícia Militar na madrugada desta quinta (21), em . Desta vez ele manteve em cárcere privado uma namorada que veio de (215 km de Cuiabá), com o filho de 6 anos, para morar com ele.

Edson, usa tornozeleira eletrônica por medida cautelar por violência doméstica. O acusado já tem seis passagens policiais, das quais três são por causa de violência doméstica e atuava na (PCE).

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a vítima que estava sendo mantida em cárcere por duas semanas, aproveitou uma jantar com amigos do suspeito para fugir de e buscou a base da PM no bairro Araes. Ela detalhou que as agressões começaram na última semana. Ele começou a agredi-la fisicamente e a impedi-la de sair do apartamento além de aterrorizá-la com os dizeres: “Se você for embora mato você e seu filho”.

Na última quarta-feira (20), Edson começou a agredir o filho dela, começando por ataques verbais, dizendo que ele era criado pela avó e que ele seria homossexual e uma pessoa imprestável. Segundo ela, em dado momento se descuidou, pois foi para outro cômodo do apartamento, e em seguida ouviu o choro do menino. Com isso ela voltou e percebeu que o suspeito tinha agredido o menino no olho e quebrado o braço dele. Vendo o que tinha feito, ele tentou limpar o olho machucado com água quente e acabou queimando a barriga da , causando uma pequena queimadura no abdômen.

Quando a mulher foi tirar satisfação com Edson, ele disse que iria cumprir a promessa e matar o filho dela. A vítima relata ainda que por diversas vezes o suspeito a ameaçou dizendo que iria pegar a arma dele e atirar na cabeça dela várias vezes.

Farta da situação, a mulher aproveitou a distração do marido e foi até a delegacia denunciar as agressões.

O acusado foi atrás dela, momento em que a guarnição percebeu a presença dele nas imediações da delegacia e abordou o suspeito. Edson foi preso por crime de cárcere privado, ameaça e lesão corporal contra a mulher e a criança.

Edson segue preso e vai passar por de custódia no início da tarde desta quinta.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.