Anúncios

A mãe de Samuel Victor da Silva Gomes Carvalho, de 6 anos, que está desaparecido desde o último domingo (20) em Rondonópolis (215 km de Cuiabá), recebeu uma mensagem por aplicativo de celular na última quinta-feira (24). Segundo Anelice da Silva Gomes, de 23 anos, na mensagem, alguém usando um número desconhecido disse que está com a criança e pediu resgate no valor R$ 20 mil.

Ainda segundo Anelice, o suposto sequestrador disse que o menino está bem e que irá devolvê-lo assim que o pagamento for feito. Entretanto, a polícia vai investigar se a mensagem é verídica ou se pode se tratar de um trote.

Uma força-tarefa foi realizada na manhã desta sexta-feira (25) e faz uma varredura às margens do Rio Arareau em Rondonópolis, para tentar localizar Samuel.

Militares do Corpo de Bombeiros, policiais militares e civis participam das buscas na região da Ponte do Jardim Primavera. A mãe do garoto e outros familiares também estão nas buscas.

Segundo tenente Fraga do 3º Batalhão do Militar, o objetivo das buscas e verificar todas as possibilidades sobre o desaparecimento do garoto.

A ação, começou por voltas das 6h30, nas proximidades da ponte do Jarim Iguassu, seguindo as margens do Rio Arareal, até o Rio Vermelho.

Rondonópolis: Caso Samuel repercute em mídia nacional; Veja o vídeo

O caso

Um boletim de ocorrência foi registrado pela avó na 1ª Delegacia de Polícia, e a família segue procurando o garoto. Na tarde da última segunda-feira (22), alguns boatos de que o menino havia sido encontrado circularam, mas a família logo procurou a imprensa para desmentir a informação.

Segundo o Comandante, todas as forças de segurança estão envolvidas neste caso e trabalhando para a localização da criança. Qualquer informação pode ser repassada diretamente a polícia pelo 190 ou 197.

Na tarde da última terça-feira (23), uma notícia falsa mobilizou familiares e o para uma região de mata na cidade onde uma mulher teria ouvido um choro de criança. Logo depois, ela mesmo disse não ter ouvido.

A família também pedem que os trotes sejam evitados, pois isso acaba angustiando ainda mais a avó da criança, que está desconsolada com a situação.

Após o desaparecimento do menino Samuel, além dos alarmes falsos que vem atrapalhando as investigações e causando frustração a família envolvida, várias outras ‘fake news’ tem surgido em Rondonópolis e causado pânico entre os pais.

O boato que outras tentativas de raptos tenham ocorrido na cidade foi desmentido pelo Comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar Tenente Coronel Candido nesta quarta-feira (23).

O comandante ainda afirmou que nem a Polícia Militar e nem a Polícia Civil têm registro de nenhum caso de tentativa ou de sequestro de criança ocorridos.

Na quarta-feira (23) a família foi à de Rondonópolis para pedir ajuda para encontrar a criança. Lucineide Pinto da Silva Blass, avó da criança, fez um discurso na plenária e pediu para que os vereadores ajudassem nas investigações.

Veja mais sobre esse caso:

Rondonópolis: Caso Samuel repercute em mídia nacional; Veja o vídeo

Rondonópolis: Polícia pede imagens das câmeras de comércios para tentar encontrar criança desaparecida

Rondonópolis: Família, amigos e voluntários fazem buscas em região de mata para localizar menino desaparecido

Rondonópolis: Família procura por menino de 6 anos desaparecido

 

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.