Anúncios

O empresário identificado como Carlos Lock, de 62 anos, que estava internado na do Hospital Santa Rosa, em Cuiabá, morreu na noite da última quinta-feira (03). Ele estava internado desde a última terça-feira (01), quando foi baleado no peito durante uma ‘saidinha’ de banco, ocorrida na avenida Fernando Corrêa da Costa. Um dos envolvidos foi preso ontem pela Polícia Militar.

Nas redes sociais, a família fazia para encontrar doadores de sangue. “Qualquer tipo de sangue é bem vindo”, dizia o comunicado.

A informação sobre a morte do dono de posto foi confirmado pela filha dele, Bárbara Lock, através das redes sociais.

“É com grande pesar que informo o falecimento do meu pai. Obrigada a todos que ajudaram na doação, doando ou divulgando, que oraram, mandaram boas energias, fizeram o possível. Obrigada, obrigada a todos e principalmente ao meu pai que lutou tanto para voltar para nós”.

Carlos era dono de um posto de combustível localizado na . E segundo um gerente do banco onde ocorreu o crime, o empresário costumava ir toda semana na agência fazer depósitos altos no caixa eletrônico.

Na terça-feira, Carlos chegou no banco com uma maleta de , que seria depositado. Quando passava pela porta, foi abordado pelos criminosos. A Polícia Militar informou que ele teria reagido e foi baleado pelos bandidos, que fugiram sem levar nada.

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou o empresário para o Pronto-Socorro da Capital. Depois, foi transferido para um hospital particular.

A prisão

Na tarde da última quinta-feira (03) policiais do 1º Batalhão prenderam um dos suspeitos de envolvimento na tentativa de latrocínio contra o empresário. O suspeito foi identificado como Everton Tomas Farias de Barros, 30.

O homem é suspeito de dar apoio na execução do crime. Em sua chegada à Central de Flagrantes, o acusado negou o crime e afirmou que estava trabalhando, pois seria motorista da Uber, o que não foi confirmado pela Polícia Militar.

Segundo o tenente-coronel Marco Guimarães, comandante do 1º Batalhão, o homem foi localizado no bairro Itamaraty, após equipes receberam informações do paradeiro dele. No local, estavam outras pessoas que conseguiram fugir da abordagem. O caso segue sendo investigado pela .

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.