Anúncios

Um casal foi preso nesta quinta-feira (4) suspeito de ter matado uma jovem, de 23 anos, em do Leste (239 km de Cuiabá). Thais Mara dos Santos Gomes, de 23 anos, foi encontrada sem vida com uma faca cravada no braço. A filha dela, de 4 meses, estava viva ao lado do corpo da mãe.

Os suspeitos são a sogra da vítima, Marta Moraes Alves, de 50 anos, e o marido, Daniel Cirilo, sogro de Thais.

Thais Mara dos Santos Gomes Foto: /Reprodução

A Polícia Civil apontou o casal como principal suspeito do , mas não divulgou o motivo do crime.

Câmeras de mostram Daniel (que aparentemente possui transtornos mentais) deixando a casa da vítima após o crime.

A cena ocorreu por volta das 4h. Ele sai da residência, indo embora a pé em direção a casa onde mora com Marta, que fica próxima a casa da nora.

O casal foi localizado e conduzido à Delegacia de Primavera do Leste para esclarecimentos. Mesmo negando as acusações, diante dos indicativos de autoria, ambos foram autuados em flagrante por homicídio qualificado.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a foi acionada por um vizinho logo após ele entrar na residência e encontrar Thais sem vida. A testemunha disse a Polícia que o marido da vítima, que é caminhoneiro, pediu para verificar se estava tudo bem com a mulher, pois ela não atendia o telefone.

O vizinho pediu autorização para o esposo da vítima, pulou o muro da residência e encontrou Thais morta.

“O marido dela me ligou, pediu para eu ir lá, eu chamei, ninguém apareceu. Então eu pulei o muro. Fui na porta, bati e nada, a hora que eu entrei eu vi ela caída no colchão. O marido dela disse que estava tentando falar com ela desde ontem. Só olhei e vi o cabo da faca debaixo do braço dela e a chorando”, contou o vizinho, que foi quem chamou a polícia e o Conselho Tutelar. A filha de quatro meses estava embaixo da vítima, com fome, a criança tentava mamar. Segundo o Conselho Tutelar a criança chorava bastante e não apresentava ferimentos. “Ela estava com fome e suja, mas não tinha ferimentos.

Conforme o delegado Pablo Borges Rigo, no mês de maio deste ano, Thais registrou um boletim de ocorrência de injúria em desfavor de Marta Moraes. Na ocasião Thais não quis representar preventivamente contra a sogra.

Na segunda-feira (1º) Marta e o marido registraram um boletim de ocorrência contra Thais, pelo crime de danos materiais, em razão da nora ter ido até a casa do casal e quebrar vários objetos do local.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.