Anúncios

Um homem identificado apenas como G., de 43 anos, foi preso na última terça-feira (23), suspeito de abusar sexualmente da enteada, de 14 anos. O crime ocorreu na Estrada do Aricá, região da Lagoa Azul, próximo do município de (32 km de )

De acordo com informações, a própria adolescente acionou a Polícia Militar. Ela contou que foi chamada pelo padrasto para fazer um serviço em um determinado local, mas, que ao entrar no do acusado, ele teria mudado o trajeto. O homem ofereceu mil reais para a menor transar com ele. A jovem recusou a proposta e foi abandonada na pista.

Militares do 9º Batalhão (1º Comando Regional) saíram em rondas e conseguiram localizar o suspeito no bairro Passaredo, em Cuiabá. Ele foi detido e encaminhado à Central de Flagrantes. Na unidade policial, foi constatado que o acusado já possui uma passagem criminal por estupro. A vítima seria a própria filha do abusador.

Já na delegacia, a menina contou que na semana passada o padrasto teria lhe dado bebida alcoólica. Nessa ocasião, ele passou a mão e ejaculou em seus seios.

A Polícia Civil, por meio da (Deddica), investiga o caso.

Histórico problemático

De acordo com informações, o homem foi flagrado com a filha, de 9 anos na época, em um motel no bairro Ouro Fino, na Capital. A denúncia foi feita por um taxista, que levou o criminoso e a vítima até o local. No local, os policiais encontraram a menina em prantos no banheiro. A vítima relatou que o pai ameaçava-a constantemente e dizia que mataria a mãe da , caso ela contasse sobre o crime para alguém.

Ele foi encaminhado para o Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC). O estuprador foi condenado a 23 anos de reclusão. Porém, em 2017, o acusado conquistou o de progressão de pena para o regime semiaberto, monitorado por tornozeleira eletrônica.

 

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.