Anúncios

O atacante brasileiro está com imóveis bloqueados pela Justiça devido a um processo por sonegação fiscal, que tenta levar R$ 69 milhões do atleta. De acordo com a Folha de S. Paulo, foram encontrados 36 bens em nome do jogador, da família ou das deles que estão indisponíveis.

Entre as residências, há duas mansões em condomínio de luxo no Acapulco, no Guarujá, no litoral de . Somadas, ambas têm cerca de 3.000 m² de área. Apesar de serem dois imóveis distintos, as casas são ligadas uma a outra. A família pagou R$ 7 milhões para adquiri-las.

O atacante, recentemente acusado de estupro e processado na Receita Federal, também tem apartamento no bairro da Vila Mariana, próximo ao Parque Ibirapuera, com valor de mercado de cerca R$ 15 milhões, além de três residências em , litoral de , adquirido em 2013 por R$ 1,4 milhão.

Os outros 28 imóveis, de valores menores no nome de Neymar ou das empresas, estão nas cidades de Santos, São Paulo, Guarujá, Praia Grande e .