Anúncios

Um menino de sete anos teve que ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Pronto-Socorro de Cuiabá (PSM), depois de cair e bater com a cabeça em uma telha, no pátio de uma municipal de (480 km de Cuiabá). A vítima teve uma fratura no crânio e teve que ser transferida para a capital na manhã desta segunda-feira (8).

Reprodução

Conforme o pai do garoto, o pedreiro Adilson Pereira Silva Filho, o acidente aconteceu há cerca de dez dias. O primeiro atendimento foi realizado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do município, conforme contou ao  Só Notícias. “Quando cheguei à escola o encontrei com uma de gelo na cabeça e já fomos direto para UPA. Passamos pelos procedimentos normais e fomos atendidos por um médico que pediu um exame de raio-x. Ele analisou e disse que não tinha nada. Ainda questionei sobre o buraco na cabeça do meu filho, mas ele informou que não era nada, passou um remédio e nos mandou para casa”, lembra.

Adilson explicou que precisou levar o filho a um posto de três dias depois. O menino teve que ser submetido a uma tomografia, que identificou um buraco na cabeça dele.  “Esse médico que nos atendeu foi excelente e pediu uma tomografia que paguei parcelado em três vezes. Esse exame identificou o buraco na cabeça dele. Levamos para ser analisado por outra médica. Ela tomou todas as providências e pediu a transferência dele para ser operado em Cuiabá, já que em Sinop não tem neurocirurgião pediátrico”.

“Conseguimos essa transferência através de liminar judicial. Como a fratura é na cabeça, ele não podia vir de ônibus que iria bater muito, segundo a médica. Graças a Deus deu certo e o juiz determinou essa internação. Neste momento, ele está passando pela cirurgia”, afirma.

Outro lado

Por nota, o Instituto Social Saúde e Resgate à Vida (ISSRV), que administra a Unidade Pronto Atendimento, informou que, com relação ao caso do paciente transferido para Cuiabá, instaurou um Processo Administrativo para apurar o ocorrido. Apontou  ainda que, assim que o processo for concluído, serão adotadas as medidas necessárias cabíveis.

A secretaria municipal de Saúde informou, ao Só Notícias, que logo que tomou conhecimento do caso o secretário Gerson Danzer esteve pessoalmente na UPA, na sexta à noite. A foi transferida para Cuiabá e a OS que administra a unidade, já informou que o comitê de ética e o comitê de revisão do prontuário instauraram uma sindicância para apurar o ocorrido.