Anúncios

Rodrigo Shurmann Costanesk, de 36 anos, suspeito de ter atropelado uma mulher em um suposto racha em Rondonópolis (215 km de Cuiabá), se apresentou na tarde da última segunda-feira (15) à Polícia Civil, ele estava acompanhado de uma advogada, prestou depoimento e foi liberado.

O depoimento do acusado durou cerca de 3h na 1ª Delegacia de Polícia. Segundo informações, ele teria confessado que estaria dirigindo o que atropelou e matou a dona de casa, porém, negou que estivesse participando de um racha.

A Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran) de Rondonópolis conseguiu localizar o Audi que atropelou e matou Francineide Alves de Oliveira, na tarde do último domingo (14), no bairro Jardim Tropical, durante um suposto racha. O automóvel modelo Audi com placas de Várzea Grande estava com o para-brisa quebrado e parte da lataria do lado direito danificada.

Após ter sido ouvido pelo delegado plantonista, Rodrigo foi encaminhado ao Instituo Legal (IML) para a realização do exame de corpo de delito.  Logo em seguida, ele foi liberado e deve responder em liberdade.

O corpo da vítima foi sepultado na tarde de segunda-feira no cemitério Santa Cruz. Francineide era divorciada e deixa um casal de filhos. O segundo motorista, que estaria em uma caminhonete, também é procurado.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.