Anúncios

O empresário será ouvido nesta terça-feira (23) às 9 horas pela Comissão Parlamentar de Inquérito da Renúncia e Sonegação Fiscal, em reunião aberta ao público. O sub-relator para a questão dos combustíveis, deputado Carlos Avallone (), disse que o empresário quer fazer uma apresentação ampla com dados atualizados sobre a do segmento no estado e a questão da evasão fiscal.

Reprodução

“O próprio Locatelli me procurou e pediu para falar em sessão pública da CPI, pois quer contribuir com todos os esclarecimentos sobre o funcionamento deste importante segmento comercial. Ele tem vasta experiência no setor, já presidiu o Sindipetróleo e com certeza seus conhecimentos vão ajudar a CPI a equacionar o problema e apontar soluções”, disse Avallone.

O empresário será a terceira pessoa a ser ouvida pela CPI, na semana passada foram ouvidas a procuradora do MPE, Ana Cristina Bardusco e o auditor do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Joel Bino.

Na quinta-feira (25), a CPI ouvirá o secretário-chefe de Casa Civil, Mauro Carvalho, o procurador-geral do Estado, Francisco de Assis, o secretário de Estado de , Rogério Gallo, o secretário-adjunto, Fábio Pimenta, e o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda.