Anúncios

Uma mulher identificada como Dilma Maria Ribeiro, de 50 anos, foi morta no último domingo (28), no bairro , em (220 km de ). O principal suspeito de cometer o crime seria o ex-marido dela, identificado como Sabino Guia da Silva, 52 anos, que teria armado tudo para assassiná-la.

De acordo com o boletim de ocorrência, o corpo de Dilma foi encontrado por uma filha, de 18 anos. Ela disse que decidiu ir atrás da mãe ao desconfiar da demora dela em retornar para casa.

Sabino Guia da Silva foi preso ainda em flagrante delito/ Reprodução

De acordo com a filha do casal, a mãe foi até o local após Sabido dizer que estava com o dinheiro da pensão de cinco filhos que tem com ela, sendo três menores de idade. Por volta das 12 horas, a testemunha percebeu que a mulher estava demorando e resolveu ir atrás dela.

Quando chegou ao local, a filha da vítima a encontrou caído no chão, já sem vida. A filha contou que encontrou o corpo de sua mãe no chão da sala com a barriga e o rosto virados para o chão e com a camiseta rasgada, e caída com dois cortes nas costas. E chão da sala avistou um pedaço de pau sujo de sangue e também avistou um carnê de recibo dos pagamentos de pensão que seu pai guardava após o pagamento das pensões

A Perícia Oficial e Identificação Técnica () foi acionada para realizar os e o corpo encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

A jovem disse também, que o casal estava separado há um ano e que o término do relacionamento se deu justamente pelo fato de Sabino ser uma pessoa agressiva. Além disto, revelou que há algum tempo o acusado tem feito ameaças, dizendo que iria matá-la.

O local do crime foi isolado e analisado pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

O assassinato é investigado pela Polícia Civil.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.