Anúncios

As aulas na Escola Estadual Olímpio João Pissinati Guerra, que fica em (480 km de ), foram suspensas a partir desta sexta-feira (29) depois de que uma mulher identificada apenas como Alessandra, tentou invadir o prédio da unidade com um facão e ameaçar alunos e funcionários.

A decisão foi tomada em uma assembleia extraordinária com os pais e representantes da escola.

Segundo a diretora da escola, Micaele Carvalho, as atividades estão suspensas em todos os períodos por tempo indeterminado até que “medidas cabíveis sejam tomadas”.

“Tal decisão visa única e exclusivamente a segurança de todos os membros desta comunidade escolar. Informamos ainda que a Gestão Escolar já está fazendo tudo que está ao seu alcance para que nada de ruim aconteça”, diz trecho de uma publicação da diretora no Facebook.

Reprodução

A tentativa de invasão foi registrada na terça-feira (26).

De acordo com informações, a mulher que mora na frente da escola e tem transtornos mentais, alegou que teve tijolos roubados por alunos da unidade e pegou o facão para tomar satisfações.

Ao ver a cena, os alunos correram e a funcionária responsável pelo portão, uma idosa de 63 anos, tentou impedir a entrada dela no portão. Só com a ajuda da diretora é que ela conseguiu trancar a entrada.

“A todo momento ela falava que ia entrar ia matar as , que não tinha nada a perder. Os pais estão com medo de mandar os filhos”, contou Micaele, que registrou um boletim de ocorrência.

Conforme apurado, alguns anos atrás já ocorreu dessa mesma mulher conseguir invadir a escola, o que gerou pânico entre os alunos que saíram correndo para dentro das salas. Nessa ocasião a Polícia Militar foi acionada e realizou a condução da mesma à delegacia de .

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.