Anúncios

Aldirene da Silva Santana, de 26 anos, principal suspeita de ter assassinado com uma facada no peito, Fernanda Souza, de 22 anos, vai continuar na cadeia, em Rondonópolis (215 km de Cuiabá). Ela teve a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva por determinação do juiz Wagner Plaza Machado Junior, durante de custódia.

Aldirene da Silva Santana/Reprodução

Segundo informações da , Fernanda procurou Aldirene para tirar satisfação, já que supostamente Aldirene teria espalhado na cidade alguns boatos sobre a vítima.

Fernanda Souza/ Reproduçao

Aldirene disse à PM que estava em casa quando foi procurada por Fernanda e uma amiga dela identificada como J.P.R., de 34 anos.

As três mulheres começaram a discutir, até que, na versão da suspeita, Fernanda teria jogado o de Aldirene no chão durante essa briga e a agredido em seguida. A suspeita disse que não se lembra do que aconteceu e apenas encontrou Fernanda sangrando no chão.

Versão da testemunha

J.P.R afirmou à PM que Fernanda queria conversar com Aldirene sobre os boatos que a suspeita teria espalhado sobre ela.

A testemunha contou que elas foram recebidas pela suspeita com uma faca na mão. Ela permaneceu armada durante toda a conversa, até que elas se exaltaram durante a discussão e Fernanda foi esfaqueada no peito

J.P.R afirmou que tentou evitar o ataque e segurou a suspeita pelos pulsos. Aldirene jogou a faca no banheiro e tentou fugir no dela. Porém, vizinhos viram a situação e trancaram o portão da quitinete, impedindo que ela saísse do local.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada, mas Fernanda já havia morrido.

A suspeita foi levada à delegacia da Polícia Civil e o caso será investigado pela Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

O caso esta sendo investigado.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.