Anúncios

Os semáforos de alguns cruzamentos de terão nova dinâmica para dar preferência na faixa de pedestre. Entre o abre e fecha dos semáforos, haverá um intervalo de 15 segundos em que os sinais do cruzamento ficarão fechados simultaneamente para a travessia segura dos pedestres.

A Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat) informou que as novas faixas, logo após os semáforos, estão sendo feitas de acordo com o Código Nacional de Trânsito para dar ainda maior para os pedestres. No caso das faixas que estão depois dos semáforos, elas deverão ser usadas pelos pedestres somente quando os dois semáforos estiverem fechados, ou seja, no intervalo de 15 segundos.

“Essa funcionalidade ainda será acionada e, quando estiver funcionando, vai contar com um tempo de 15 segundos em que os dois semáforos do mesmo cruzamento estarão fechados. Daí, sim, os pedestres podem passar com segurança pelas duas faixas, mas, quando um dos semáforos estiver aberto, os pedestres não devem avançar em nenhuma das faixas”, explicou o secretário municipal de Transporte e Trânsito, Rodrigo Metello.

Enquanto a nova dinâmica para dar preferência à faixa de pedestre é instalada na s vias sem qualquer explicação para a população, motoristas e pedestres seguem confusos. Nas redes sociais, as novas faixas logo após os semáforos têm causado vários questionamentos e dúvidas, como se o motorista teria que dar preferência ao pedestre na segunda faixa logo após a abertura do semáforo ou não.

A falta de esclarecimento, inclusive, causou o registro de um acidente em cruzamento onde a nova sinalização está sendo instalada. Na última quinta-feira (21), ocorreu um acidente no cruzamento entre a Rua e a Avenida Cuiabá. Um veículo seguia pela Avenida Cuiabá e, após a abertura do sinal, entrou na Rua Rio Branco. O problema é que, como o sinal da Rio Branco ficou vermelho, a pedestre também começou a fazer a travessia. Com a possibilidade de passagem pelos dois ao mesmo tempo, o atropelamento aconteceu.

 

Apesar do condutor do veículo estar em baixa velocidade, a mulher atingida acabou batendo com a cabeça no para-brisas do veículo e precisou ser levada para o hospital pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O motorista prestou socorro e permaneceu no local do acidente aguardando a equipe da Delegacia de Trânsito (Deletran) de Rondonópolis.