Anúncios

Viralizou nas redes sociais, nesta última quarta-feira (27/03), um vídeo em que um homem leva um tapa no rosto, após furtar duas linguiças e um queijo. Tudo aconteceu em Matinhos, no .

O Jornal Tribuna da Massa, da Rede Massa – afiliada do SBT no Paraná, descobriu quem são os envolvidos na polêmica: Vanderlei, o homem que apanhou, e Neiva, a dona do supermercado.

Segundo a reportagem, esta era quarta vez que Vanderlei roubava alimentos no local. Câmeras do circuito de segurança do supermercado mostram o homem furtando os produtos.

Aos 57 anos, e pai de quatro filhos, Vanderlei foi abordado por Neiva logo após praticar o crime. Na saída do supermercado, a mulher segura Vanderlei e o encosta na parede. Ela pede para que a blusa dele seja erguida. Neste momento, os produtos são encontrados dentro da cueca do homem. Nervosa, Neiva dá um tapa no rosto dele e, aos gritos, o manda embora.

Assista à reportagem:

Sensibilizada com a , a cantora MC Mirella pediu informações sobre o caso. Após receber um vídeo que mostra as reais condições financeiras do homem, a artista se prontificou em ajudá-lo. Ela vai doar um ano de cesta básica e vai colaborar com outras coisas. Além disso, foi criada uma Vakinha online (ação para arrecadar dinheiro) para que as pessoas também possam ajudar. Mas ela deixou bem claro, independente das , o prometido por ela será cumprido, de acordo com as condições dela.

Até a publicação da matéria, a tinha arrecadado 62% da meta, R$18,5 mil dos R$ 30 mil pedidos. A cantora afirmou que vai comprar móveis e eletrodomésticos novos para a casa de Vanderlei

A empatia de Mirella por Vanderlei foi tanta, que ela cancelou os compromissos desta quinta-feira (28/03) e foi a Matinhos (PR) encontrá-lo pessoalmente.

Outros famosos se dispuseram a ajudar. As funkeiras Mc Pocahontas e Dani Russo vão conversar com Mirella para ver o que o idoso precisa. E Kevinho e o prometeram um ano de doação de alimentos.

Confira a nota de esclarecimento do Supermercado

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.