Anúncios

O corpo de Rosilei Potronieli, de 37 anos, desenterrado do cemitério municipal de foi encontrado enterrado em uma chácara próximo ao Aeroporto Santa Maria em Campo Grande na última quinta-feira (14). Edson Maciel Gomes, um suspeito que não teve o nome revelado e Adailto Couto, de 38 anos, foram presos pelo crime.

Edson e o suspeito, são apontados por terem retirado o corpo da mulher do cemitério. Eles não teriam ligação com o assassinato cometido por Adailto. Um dos dois que desenterraram Rosilei, seria obcecado por ela. Ele inclusive teria dado banho no corpo em Dois Irmão do Buriti antes de trazê-la de à Capital, onde enterrou nos fundos de uma casa na chácara.

Crime

Rosilei Potronieli, 37 anos, morreu após ser esfaqueada em um bar que fica na região central de Terenos. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

A vítima estava no bar bebendo, por volta das 21h15, quando foi ao para acertar a conta e foi chamada para conversar por um homem em um Fiat Uno azul.

Atingida na barriga e nas nádegas, a mulher foi socorrida pelo Samu e levada para o Hospital. Como o estado de da vítima se agravou, ela acabou sendo transferida para a Santa Casa em Campo Grande e morreu na madrugada de domingo (10).

Adailto Couto, de 38 anos, se entregou nesta quarta-feira (13) à de Terenos, a 28 quilômetros de Campo Grande, e confessou ter matado Rosilei Potronieli, de 37 anos, com facadas. Ela foi enterrada em Dois Irmãos do Buriti.

Menos de 24 horas depois de ser sepultado, o corpo de Rosilei Potronieli, de 37 anos, foi desenterrado e levado do cemitério de Dois Irmãos do Buriti. O coveiro acionou equipe da polícia depois de passar pelo local e ver o túmulo revirado. A perícia foi até o local para fazer a exumação do caixão e constatou que o corpo de Rosilei já não estava mais lá.