Anúncios

Avô acusado de estupro de vulnerável foi preso na tarde de sábado (23), na zona rural do município de (579 km de Cuiabá), durante ação da (PJC) em cumprimento a mandado de prisão preventiva. O suspeito, N.V.G., 49, conhecido como “Branquinho”, teve a ordem judicial expedida pelo juízo da Comarca local.

As diligências iniciaram após o Conselho Tutelar de Brasnorte acionar a Delegacia de Polícia, para averiguar a situação de uma menina de 7 anos, atendida no Hospital Municipal de Brasnorte, com indícios de ter sido vítima de estupro.

Diante dos fatos e constatação médica, os policiais foram até a residência na propriedade agrícola Distrito de Água da Prata, onde o avô da e principal suspeito foi detido. Na ocasião, a mãe da vítima alegou que a filha negou para ela os abusou contando que havia se machucado em um balanço, versão também dita pelo acusado.

Porém em conversa com as conselheiras tutelares, a criança revelou que o autor do estupro foi seu avô. Segundo uma testemunha, a mesma acredita que a mãe da menor não disse a verdade por medo de ser expulsa da casa. A vítima ficou internada na unidade hospitalar para observação.

Conduzido à delegacia, N.V.G. foi ouvido e por não estar em situação de flagrante, acabou sendo liberado. No entanto, a representou pelo pedido de prisão preventiva do investigado por estupro de vulnerável, decretado no sábado (23).

O mandado foi imediatamente cumprido pelos policiais civis que lograram êxito em localizar o suspeito na propriedade rural, o qual foi preso e colocado à disposição da Justiça.