Anúncios

Seis criminosos supostamente integrantes Comando Vermelho foram presos pela Força Tática em na madrugada desta terça (8), no bairro Aeroporto, após praticarem um assalto. A  também apreendeu o “pai da facção”, um boneco com Max Steel, denominado “capeta” por eles. O boneco é uma espécie de totem deles, um símbolo. Com eles estavam um boneco vilão do desenho. Eles invadiram uma casa no Costa Verde, durante uma reunião religiosa, armados, rederam crianças, idosos e roubaram móveis e três carros.

Força Tática prende 6 criminosos do Comando Vermelho, com um boneco do Max Steel (Rdnews/Assessoria) | Reprodução

De acordo com o boletim de ocorrência a Força Tática recebeu a informação via Ciosp sobre o assalto. Os policiais saíram em rondas na região e alguns populares informaram que havia bastante movimentação em um galpão próximo à loja Tarcisio Veículos, na avenida da FEB. Diante da situação, policiais montaram guarda e viram chegar um Corolla prata e, minutos depois, um Fox branco.

Após uma conversa, os motoristas, apresentando um comportamento suspeito, entraram cada um em um carro e seguiram.

Uma viatura fez o acompanhamento e deu ordem de parada e abordou o motorista identificado como Lenon Less de Castilho, 32 anos. Antes que os militares pudessem pegar, ele quebrou o celular. Pressionado, informou aos policiais qual seria o destino do Corolla.

Uma segunda viatura da Força Tática conseguiu localizá-lo. O carro era conduzido Wender Augustinho de Arruda, o Tucão, 24.

Em ambos os carros foram localizadas armas e munições.

Os criminosos confirmaram o assalto e delataram onde estava o restante da quadrilha, no bairro .

Com isso, a PM montou um cerco policial da FT junto com o 4º Batalhão. Entretanto os quatro criminosos viram a chegada dos militares e tentaram fugir pulando muros de casas vizinhas. Houve perseguição e, de acordo com o o boletim da ocorrência, foi necessário o uso de técnicas de imobilização e algemas para conter os bandidos.

Presos, Jhonatan, Guilherme e Anderson Wenderdon, conhecido como Manchinha, contaram que os carros seriam levados para o Porto de (a 220 km de Cuiabá) e na sequencia para a . Eles confirmaram, na Central de Flagrantes, que são integrantes do Comando Vermelho.

As vítimas reconheceram os criminosos como sendo responsáveis pelo assalto. Contaram ao #rdnwes que foi um susto.“São violentos, e as crianças que estavam em casa, de 1 e 6 anos, começaram a chorar. Tentamos acalmá-las. Foi muito ruim”, resumiu uma das vítimas.

O caso será investigado pela Polícia Civil.