Anúncios

O caos financeiro vivenciado pelo Hospital Regional e pela Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis não difere do que também acontece na Associação Espírita Beneficente Paulo de Tarso, que não recebe repasses do desde abril de 2018. Os valores atrasados já chegam a R$ 2,4 milhões e o Hospital, que têm feito de tudo para manter as portas abertas, não sabe até quando isso será possível.

A entidade filantrópica, fundada em 1982, é um prestador de serviço 100% e, por isso, a situação do local é uma das piores no momento. A Casa de conta com 82 leitos e há o atendimento de 210 pacientes do Centro de Atenção Psicossocial.

Vale lembrar local não são atendidos somente usuários de Rondonópolis e região, mas de todo estado de Mato Grosso, já que além do Paulo de Tarso, só há mais um outro hospital para internação psiquiátrica no estado.

Divulgação

Além dos pacientes, há 98 funcionários contratados no regime CLT e, os demais, incluindo a diretoria, são voluntários.

Desde abril, somente a Autorização de Internação Hospitalar (AIH) está sendo paga, valor irrisório perto do principal aporte financeiro, que é a contratualização com o Estado.

“Com o valor das AIHs e algumas economias que fizemos, conseguimos manter o hospital por um tempo. Mas, chegamos ao limite, não há mais o que fazer. Se não recebermos nada teremos que fechar as portas do Hospital”, relatou uma fonte à reportagem.

Segundo informado, só há como manter o hospital funcionando por mais 30 dias.

Em uma nota emitida, a diretoria disse lamentar a iminência de fechar a Instituição, o que prejudicaria toda a sociedade mato-grossense.

“Sempre zelamos pela discrição, mas, diante dos problemas ora vividos, pela incapacidade financeira e pela dificuldade de interlocução com os gestores responsáveis, não vemos outra saída a não ser nos dirigirmos à sociedade, esperando que esta se solidarize com a nossa causa”, diz trecho.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.