Anúncios

A australiana Helen Richards viveu um momento digno de filme de terror na última terça-feira (22) ao usar o banheiro na casa da irmã, em Brisbane (Austrália): foi atacada por uma cobra que estava escondida no vaso sanitário.

“Eu senti essa picada forte e um pouco de dor. Pensei que era um sapo verde, mas eu pensei ‘sapos verdes não têm dentes’”, relembrou ela em ao jornal local Courier Mail. “Eu pulei com as calças para baixo e me virei para ver o que parecia ser uma tartaruga de pescoço comprido recuando de volta para o vaso.”

Reprodução

Picada no bumbum, a mulher olhou com mais atenção e descobriu a cobra de 1,6 metro dentro da privada. Por sorte, o réptil não era venenoso. Como foi criada em uma fazenda, Helen disse que conseguiu manter a calma: ela tirou uma foto, abaixou a tampa e colocou dois vasos de planta em cima.

Sem ressentimentos, a australiana decidiu chamar uma empresa especializada em captura de cobras para retirar o animal do local inusitado.

Especialista que fez o resgate do réptil, Jasmine Zeleny, de 27 anos, garante que situações como essa são mais comuns do que as pessoas pensam, mas que, na maioria das vezes, as pessoas não são picadas porque dão uma olhada antes de se sentarem. Além disso, não é indicado dar descarga, já que isso pode apenas dificultar a captura – e não mandará o animal para longe dali.

Com um ferimento sem gravidade no bumbum, a australiana tomou uma para evitar uma infecção e deixou a dica: “Olhem bem antes de se alivarem”.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.