Anúncios

recebe, nesta sexta-feira (28), os ministros Carlos Marun (da Secretaria da Presidência da República) e Valter Casimiro (dos Transportes) para inauguração de duas que fazem parte do programa “Chave de Ouro” do governo federal, que priorizou 18 obras no Brasil para conclusão ainda em 2018: a duplicação do trecho da BR-163/364 entre Cuiabá e Jaciara e o novo Pronto Socorro da capital.

A informação é do senador Wellington Fagundes, que viabilizou recursos para a conclusão das duas obras: R$ 67 milhões para a rodovia e R$ 100 milhões para a unidade hospitalar. “Esses recursos foram viabilizados num trabalho conjunto com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e foram fundamentais para garantir a entrega dessas obras”, disse ele.

A partir de sexta-feira, quem trafega pela BR-163/364 vai contar com uma rodovia duplicada, com pista em concreto, no trecho entre e Jaciara, num total de 130 km, incluindo o da Serra de São Vicente, onde a duplicação foi concluída em 2015. “A adoção da pista em concreto representa maior durabilidade, mais segurança e menor custo de manutenção”, explica o senador.

Fagundes acredita que, até o final de 2019, estarão prontas as de duplicação de todo o trecho entre e Rondonópolis, num total de 191 km.

Já no caso do novo Pronto Socorro de Cuiabá, a obra vai contar com 315 leitos, sendo 40 para Unidades de Terapia Intensiva (UTI), um Centro de Diagnósticos, um Centro Ambulatorial e terá um total de 21 mil metros quadrados de área construída. “Trata-se de uma das mais importantes obras de saúde pública de Mato Grosso e que vai contribuir para melhorar o atendimento de toda a população do Estado e até de estados vizinhos”, avalia o parlamentar.

A programação prevê a inauguração da rodovia na sexta-feira, às 09h30, na localidade conhecida como Olho D´Água (23 km de Cuiabá), e do novo Pronto Socorro a partir das 10 horas.

O presidente Michel Temer (MDB) era esperado, mas não poderá comparecer a capital do Estado.

O Saiba Tudo Mato Grosso (MT) é um site sem vínculos partidários, sem preconceitos ideológicos e não está a serviço de grupos econômicos. O nosso valor é a qualidade da informação.