Anúncios

A emitiu uma nota afirmando que investiga a autenticidade de um vídeo que circula nas redes sociais onde funcionários do Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), denunciam larvas na comida servida em marmitex e se mostram revoltados sobre o ‘tipo’ de alimentação que os trabalhadores receberam na última quarta-feira (12).

A gravação, que mostra larvas no meio da salada, foi feita por duas funcionárias e viralizou nas redes sociais, principalmente em grupos de .

A denúncia chegou ao secretário-adjunto de Planejamento e Operações da Secretaria Municipal de Saúde, Milton Corrêa da Costa Neto, que imediatamente se prontificou a verificar o ocorrido, fazendo uma apuração minuciosa do fato.

Segundo ele, caso seja comprovada a irregularidade, a empresa terceirizada que fornece a alimentação será notificada. O secretário ressalta que esta é a 1ª vez que recebem denúncias em relação à comida fornecida na unidade hospitalar, por isso é de extrema importância que o caso seja averiguado com eficácia.

O prefeito (MDB) também lamentou o fato e reitera a fala do secretário Milton.

“Acredito na lisura da empresa que foi contratada, por meio de licitação, para servir a alimentação no Pronto-Socorro. Mesmo desconfiando da veracidade desse vídeo, vamos investigar a fundo o que aconteceu e se de fato for constatado o erro, as medidas cabíveis serão tomadas”, comentou Pinheiro.

Veja a nota na íntegra

A prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde vem a público se manifestar sobre um vídeo que está sendo veiculado nas mídias sociais, o qual supostamente teria sido gravado no Pronto Socorro Municipal. Nas imagens aparecem larvas na salada que teria sido servida para os funcionários na noite de 12/12/2018.A denúncia chegou ao secretário Adjunto de Planejamento e Operações, Milton Correa da Costa Neto, que imediatamente se prontificou a verificar o ocorrido, fazendo uma apuração minuciosa do fato. 

Segundo ele, caso seja comprovada a irregularidade, a empresa terceirizada que fornece a alimentação será notificada. O secretário ressalta que esta é a primeira vez que recebem denúncias em relação à comida fornecida na unidade hospitalar, por isso é de extrema importância que o caso seja averiguado com eficácia.

O prefeito Emanuel Pinheiro lamenta esta situação e reitera a fala do secretário Milton. “Acredito na lisura da empresa que foi contratada, por meio de licitação, para servir a alimentação no Pronto Socorro. Mesmo desconfiando da veracidade desse vídeo, vamos investigar a fundo o que aconteceu e se de fato for constatado o erro, as medidas cabíveis serão tomadas”, comentou Pinheiro.