Anúncios

Os casos foram registrados nos bairros Cohab João Baracat e Colinas Verdejantes na madrugada desta terça (6) em Várzea Grande. Ambos os casos serão investigados pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e podem ter ligação entre eles.

O primeiro homicídio ocorreu por volta de 1h, quando a vítima Loridelton Francisco Silva Santos, 33 anos, foi assassinado com sete golpes de faca no tórax e um no rosto, dentro de uma residência.

Quando a Polícia Militar chegou ao local, a casa estava tomada de sangue e a faca utilizada no crime no chão a poucos metros do corpo. Diante disso os militares acionaram o Samu que constatou a morte do homem. O corpo foi encaminhado para o IML.

No segundo caso, Daniel Fagundes, 35 anos, foi morto a tiros em frente à casa dele, na rua Luiz Alves por volta das 3h. Populares relataram que ele foi alvejado por um homem que estava em uma moto e que o suspeito passou pela rua várias vezes antes de realizar vários disparos contra a vítima.

Consta no boletim de ocorrência que Daniel teria, antes de ser morto, esfaqueado Loridelton e a suspeita é que uma terceira pessoa teria matado o assassino por vingança. Nenhuma testemunha soube informar ou dizer quem é o autor do homicídio.

A guarnição acionou o Samu que confirmou a morte do Daniel, que após isso foi encaminhado para o IML.

Outro crime

Com essas duas mortes, Várzea Grande computa agora três mortes em Várzea Grande em menos de 24 horas. Na manhã de segunda (5) Caio Cesar Augusto da Silva Venega foi executado a tiros em frente ao Hospital Metropolitano de Várzea Grande, enquanto aguardava por uma consulta médica. Caio que tem passagens por roubo quando tinha 15 anos, era testemunha de um crime de estelionato registrado em setembro deste ano, no bairro Tijucal.