Anúncios

Um homem de 53 anos, identificado como L.N.A., foi preso no último sábado (3) em (36km de ), após estuprar uma garota de cinco anos de idade ao lado da Igreja Católica Nossa Senhora do Pantanal. Ele foi flagrado pela mãe da menina, e a ameaçou de morte caso contasse para a polícia.

De acordo com informações da Polícia Militar, o suspeito é conhecido na cidade como “Jiló”. Por volta das 18h, a vítima estava andando de bicicleta na avenida do assentamento onde mora com a família, e o suspeito começou a brincar com ela, empurrando-a.

Em dado momento, os dois saíram do campo de visão da mãe, que foi procurá-la. A mãe encontrou os dois em frente à igreja, e o suspeito estava deitado em cima da , enquanto ela gritava e chorava. A mãe pegou a menina no colo e levou-a para casa. Logo que saíram do local, a menina reclamou de dor, e disse para a mãe que o “Jiló era mau”.

Em casa, a mãe chegou a dar banho na criança, e verificou uma vermelhidão incomum em sua região genital. A mãe da vítima ainda mostrou o caso para a irmã do suspeito, e chegou a ser ameaçada por ele, que disse que “iria em casa pegar uma espingarda para matá-la”. Neste momento, a mãe chamou a polícia.

Os policiais encontraram ‘Jiló’ saindo de um matagal próximo à sua casa. Foi dada voz de prisão, mas ele resistiu, e os policiais tiveram que usar spray de pimenta e algemas para contê-lo. Ele ainda caiu no chão durante a resistência, e bateu com o rosto. O suspeito foi encaminhado à Central de Flagrantes para registro do ocorrido e as providências cabíveis.