Anúncios

 

O agente penitenciário Guilherme de Oliveira Lima, 49 anos, foi preso nesta quarta (31), pelos próprios companheiros de trabalho, quando tentava entregar aparelhos celulares, carregadores, uma porção de substancia análoga a maconha e R$300 em dinheiro a detentos. Ele foi levado à 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis.

Celulares, carregadores e drogas apreendidos com agente penitenciário, Guilherme Lima, preso por colegas | Reprodução

De acordo com o boletim de ocorrência, o suspeito chegou à Penitenciária por volta das 10h da manhã e iria ao setor de Recurso Humanos (RH), já que ele está de atestado médico.

Ele passou pelo portão usando uma jaqueta e nada foi acusado no detector de metais. O suspeito já vinha sendo monitorado e por isso um Agente que estava trabalhando ficou de olho nele.

agente penitenciário Guilherme de Oliveira Lima | Reprodução

Ele então passou pela sala de transição, onde geralmente ficam recuperandos que irão conversar com a Assistência Social ou com a própria administração, tirou uma da cintura, jogou para dentro da cela e saiu. O Agente que estava vigiando acionou a que de imediato entrou e apreendeu todo o material.

Ailton contou ainda momento em que foi detido, o suspeito ficou nervoso e tentou agredir um Agente. Uma equipe da Força Tática foi acionada para dar apoio e conduzir o suspeito.

Ele já passou por várias unidades do Estado e está em Rondonópolis há apenas sete meses.

Em depoimento ele nega que o material apreendido seja dele e afirmou que tem problemas psiquiátricos e faz uso de medicamento controlado e por isso está afastado do trabalho.