Anúncios

A é uma condição médica que ocorre quando uma pessoa tem excesso de gordura corporal que pode afetar sua saúde. O IMC ou índice de massa corporal é uma ferramenta usada para avaliar se uma pessoa está em um peso adequado para sua idade, e altura. Um IMC entre 25 e 29,9 indica que uma pessoa está com excesso de peso, já 30 ou mais sugere que ela pode ter obesidade.

Outros fatores, como a relação entre o tamanho da cintura e quadril (RCQ), a relação cintura / estatura (RCEt) e a quantidade e distribuição de gordura no corpo também influenciam na determinação de quão saudável é o peso e a forma do corpo. Se uma pessoa tem e excesso de peso, isso pode aumentar o risco de desenvolver uma série de condições de saúde, incluindo síndrome metabólica, artrite e alguns tipos de câncer.

A síndrome metabólica envolve uma coleção de problemas, como hipertensão arterial, diabetes tipo 2 e doença cardiovascular. Manter um peso saudável ou perder com dieta e exercício é uma forma de prevenir ou reduzir a obesidade. Quando alguém consome mais calorias do que usa como energia, seu corpo armazenará as calorias extras como gordura. Isso pode levar ao excesso de peso e obesidade.

Alguns produtos alimentícios processados contêm xarope de milho rico em frutose como adoçante e, o seu consumo excessivo assim como o sedentarismo podem resultar em ganho de peso e obesidade. Quanto menos você se movimenta, menos calorias queima. Além disso, a atividade física afeta a maneira como os hormônios funcionam e eles têm um impacto sobre como o corpo processa os alimentos.

Pesquisas sugerem que perder o sono aumenta o risco de ganhar peso e desenvolver obesidade. Quando você não dorme o suficiente, seu corpo produz grelina, um hormônio que estimula o apetite e, ao mesmo tempo, também resulta em uma menor produção de leptina, um hormônio que suprime o apetite. Quanto mais tempo estiver acima do peso, mais difícil será para perdê-lo.

Um gene defeituoso chamado de gene associado à gordura e à obesidade (FTO) é responsável por alguns casos de obesidade. Uma dieta saudável que contenha muitos alimentos frescos, juntamente com exercícios regulares, reduzirá o risco de na maioria das pessoas. No entanto, aqueles que têm uma predisposição genética podem achar mais difícil manter um peso saudável.