Anúncios

O corpo da aposentada Marilene Pereira Ribeiro, de 55 anos, foi encontrado pela Polícia Civil, nesta terça-feira (13), em , a 269 km de Cuiabá, após uma denúncia anônima de que havia um em uma região de mata, que poderia ser produto de . A vítima estava desaparecida desde abril.

Ao chegar ao local, os policiais encontraram o corpo, em estado avançado de decomposição, sem uma parte do crânio que, segundo o delegado, Rodrigo Costa Rufato, pode ter sido levada por algum animal.

Reprodução

A identificação preliminar foi feita por meio do reconhecimento do carro da vítima, porém, uma análise mais detalhada será feita pela Perícia Oficial e Identificação Técnica ().

Ainda segundo a Polícia Civil, não foi possível identificar a causa da morte, porque o corpo já estava bem decomposto. O carro não apresentava marcas de violação ou tiros.

O veículo foi encontrado em uma região de mata, às margens de uma estrada vicinal, a cerca de 3 km da rodovia MT-249, que dá acesso à Nova Mutum, onde a vítima morava.

O desaparecimento

De acordo com informações do filho de Marilene, Yuri Gabriel Pereira Ribeiro, ela estava viajando de , a 259 de Cuiabá, para Nova Mutum.

A aposentada teria ido passar uns dias na casa do filho e estava retornando quando desapareceu.

Ainda segundo a família, antes de pegar a estrada, ela parou em uma lanchonete para pedir uma informação e, depois disso, não foi mais vista.

À época, Yuri contou que a mãe chegou a ligar para ele para avisar que estava voltando para a casa dela.

Após o desaparecimento, a família fez buscas na região, mas não encontraram nenhuma pista de Marilene.