Anúncios

O Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá informou nesta sexta-feira (16), que o recém-nascido que foi encontrado com o corpo coberto por formigas em uma de sapato, na manhã desta quinta-feira (15),  no Residencial Nilce Paes Barretos, na Capital, está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal. O bebê do sexo masculino nasceu de parto prematuro, de 35 semanas com 1,6 kg, peso que é considerado abaixo do ideal.

Reprodução

Conforme nota enviada à imprensa, o recém-nascido encontra-se na incubadora, em bom estado de saúde e está sendo submetido a exames de rotina “para melhor avaliação do seu estado clínico”, segundo a unidade. Além disso, ele não corre risco de morte e por enquanto não tem previsão de alta médica.

Segundo informações da Polícia Militar, depois que foi resgatada, uma equipe do 24º Batalhão encaminhou a criança até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Pascoal Ramos, onde recebeu os primeiros atendimentos. A equipe do local suspeita que ele tenha nascido nas últimas 24 horas.

No final da manhã, conforme assessoria de imprensa da PM, ela foi levada para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Pronto Socorro Municipal. Agora está no Hospital Geral, que também funciona como maternidade.

A criança foi localizada por volta das 8h30 da última quinta-feira, depois que moradores acionaram a Polícia Militar dizendo ter encontrado uma com suspeita de ter uma criança dentro. Uma mulher da vizinhança abriu a caixa e visualizou o bebê com o corpo coberto de formigas. Ela imediatamente limpou a criança. A equipe liderada pelo tenente Wilson da Silva Bastos o levou para atendimento médico.

Ainda não há informações sobre os responsáveis pelo bebê. A pena prevista para este tipo de crime pode chegar a seis anos de prisão.

O Conselho Tutelar foi acionado e acompanha o caso.