Anúncios

Máquinas deixando o local e a confirmação de que a obra de duplicação na BR-163, entre o Trevão e a Crystal, vai parar por falta de anuência da Prefeitura de para que a nova pista passe por um trecho que pertence ao Município. O Saiba Tudo que acompanha a situação, já vinha publicando reportagens referente à situação e alertava sobre o risco. Com informações de fontes e, no fim da tarde de ontem (24), da concessionária , está confirmado que os serviços que estão sendo realizados serão concluídos até essa sexta-feira (26) e depois tudo fica suspenso até segunda ordem.

Por falta de anuência da Prefeitura, trabalho fica impossibilitado de prosseguir – Foto: Divulgação

“A Concessionária tem autorização para trabalhar em um trecho limitado, não sendo possível avançar com as atividades sem a anuência da Prefeitura para execução dos serviços em uma área municipal”, diz trecho da nota que foi solicitada pelo site A TRIBUNA, diante da retirada do maquinário do local.

Como já noticiado anteriormente, o trecho da duplicação é de 2,3 km de extensão e, deles, 520 metros pertencem à União e o restante, conforme a matrícula, ao Município de Rondonópolis. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou o início da obra, que é realizada pela concessionária que administra a rodovia, os serviços começaram no início de setembro, com o trabalho de terraplanagem. Agora, sem poder seguir, o trabalho fica parado e o que foi feito até agora sob risco de se perder nesse período chuvoso.

A notícia é um banho de água fria nos motoristas que passam pelo local, especialmente os que trafegam diariamente para trabalhar, além dos empresários dos dois Distritos Industriais da região. Desde que foi concluída a duplicação do trecho entre a divisa com Mato Grosso do Sul e a região da Cervejaria Crystal, a finalização do serviço até o Trevão era muito aguardada. Agora, por falta de anuência da Prefeitura, a obra será paralisada.

A Rota do Oeste informou também  que mantém o diálogo com a gestão municipal. “A empresa segue aguardando a anuência da gestão municipal para dar continuidade às previstas para a duplicação da BR-163 entre o km 117,300 e o km 119,400”, diz a nota. ressaltar que, até o momento, a Prefeitura de Rondonópolis não se posicionou sobre o motivo para não aceitar que a obra passe pelo trecho que pertence ao Município.

Fontes também revelaram que o maquinário que estava em Rondonópolis, da empresa que é subcontratada pela Rota do Oeste para a duplicação, foi levado para Lucas do Rio Verde. Contudo, assim que a anuência existir, a empresa deve disponibilizar de imediato toda a estrutura para seguir com a obra, como prevê o contrato.