Anúncios

Pelo menos 25 pessoas morreram, entre elas vários nomes do alto escalão do governo regional e comandantes militares, após a queda de um helicóptero do , devido ao mau tempo na província de Farah, no oeste do .

“Nesse incidente morreram as 25 pessoas a bordo, incluindo o chefe do Conselho Provincial de Farah, Farid Bakhtawar; Jamila Amini, número dois do Conselho Provincial de Farah, e o subcomandante do Corpo do Exército Zafar, Niamatullah Khalil”, disse à Agência EFE o porta- do governador provincial, Nasir Mehri.

A aeronave militar, uma das duas que nesta manhã transportava um grupo de altos funcionários da cidade de Farah, capital da província homônima, até o distrito de Anar-Darah, caiu em uma região que faz fronteira com a província de Herat.

“Após visitar o distrito, os helicópteros estavam indo de Anar-Darah para Shindand, na vizinha província da Herat, mas devido ao mau tempo um deles caiu na área de Dahani Jamal Ghazni”, acrescentou a fonte.

O porta-voz do governador de Herat, Jailani Farhad, confirmou à EFE o acidente e os cargos dos ocupantes da aeronave.

Os talibãs asseguraram que derrubaram o helicóptero acidentado, mas muitas vezes eles oferecem informações tendenciosas sobre suas ações e, em várias ocasiões, reivindicaram a autoria de queda de aeronaves que o governo atribuiu a acidentes e pousos de emergência.

“Um helicóptero derrubado no distrito de Anar-Darah, em Farah, vários oficiais do regime morto, incluindo um membro do Conselho Provincial”, disse o porta-voz talibã, Qari Muhammad Yusuf Ahmadi.