Anúncios

Quando o  de mama é diagnosticado precocemente, as chances de cura ultrapassam 90%. É por isso que, todos os anos, a campanha  é essencial para alertar as mulheres sobre a importância de fazer os exames de rotina.

 

No programa ‘Veja Saúde’, a Natalia Cuminale recebe o oncologista Fernando Maluf, do Hospital Albert Einstein, BP Mirante, ambos em São Paulo, e do Centro de Oncologia do Hospital Santa Lúcia, em Brasilia. Na entrevista, Maluf explica todos os passos do de mama: do diagnóstico ao tratamento. Ele lembra que nem toda alteração na mamografia significa um tumor maligno e ressalta a importância do apoio da família ao paciente durante todo o processo.