Anúncios

Festival Tudo Sobre , em , exibirá pela primeira vez em Mato Grosso, o curta-metragem do conterrâneo Rafael Irineu, filme que retrata o cotidiano de uma indígena bororo transexual.

Majur narra cotidiano e anseios de chefe de da aldeia bororo Pobore, ao sul de Mato Grosso

O filme ‘Majur (2018)’ será exibido neste sábado (08) durante a Mostra Competitiva que acontece, a partir das 18h, na Praça Dom Wunibaldo, local que concentrará, também, atrações da e do teatro.

Majur é da etnia Bororo e representa sua Aldeia como chefe de comunicação. Ela é a responsável pela interlocução das reivindicações de seu povo com a cidade. Seu papel na coletividade, seus anseios do processo de transformação e a acolhida por entes queridos, são registrados pelo jovem cineasta Rafael Irineu, que assina a direção, e montagem do filme – o segundo da cerreira – junto a uma equipe 100% mato-grossense.

O representante do Estado no festival voltado ao protagonismo feminino, estreou no Festival Internacional de Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás (DIGO) em uma das principais mostras de pela defesa dos , sendo premiado como Melhor Curta-Metragem pelo Júri Popular. ‘Majur 2018’ também foi selecionado para o 46º Festival de Gramado, um dos mais importantes no circuito de cinema brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.