Anúncios

O calor e a secura do ar continuam intensos, tanto que bateu o recorde de calor mais uma vez e na terça-feira (11) foi a Capital mais quente e a terceira mais seca do país, com 16% de umidade no ar às 14 horas, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

Nos últimos 15 dias, os termômetros subiram e a quentura veio se superando a cada dia, tanto que ao menos quatro vezes registrou as maiores temperaturas do ano de 2018.Cuiabá faz parte da seleta lista de capitais brasileiras que alcançam os 40°C ou mais, praticamente todos os anos. Completam a lista, Palmas (TO), Teresina (PI) e o Rio de Janeiro (RJ).

Nesta terça-feira (11), a temperatura às 14 horas chegou aos 40,7°C em Cuiabá, a segunda mais alta do ano. O recorde de calor para 2018 é de 40,8°C, batido na segunda-feira (10). Porém,  ainda há chances de novos recordes calor.  Para hoje (13), a previsão aponta a mínima de 23ºC e a máxima de 39ºC.

Trégua no calor

A tão esperada pode voltar a cair em Cuiabá nos próximos dias. Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Climáticos (), que é ligado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (), a precipitação pode acontecer no próximo final de semana (sábado e domingo). Nos últimos dias, os moradores da capital mato-grossense têm sofrido com altas temperaturas e baixa umidade relativa do ar, que chega ao nível do deserto do Saara [que possui uma média entre 10% e 15%].

No próximo sábado (15), a expectativa é que as temperaturas variem entre 22ºC e 36ºC. A possibilidade de pancadas de chuva é de 53%, conforme a previsão. No domingo, a chance de precipitação sobe para 80%. Nesta data, os termômetros também devem repetir os mesmo números do dia anterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.