Anúncios

Uma jovem de 18 anos, identificada como B.K.C.S., foi estuprada na manhã do último domingo (16) e sofreu um intenso sangramento vaginal, tendo que ser socorrida no Hospital Geral em . Na mesma noite dois homens supostamente armados teriam invadido o hospital em busca das roupas da vítima, mas não conseguiram encontrá-la e fugiram.
De acordo com informações do boletim de ocorrências, por volta das 11h de ontem (19) uma equipe da foi acionada para ir até o Hospital Geral, em Cuiabá, para atender um possível caso de estupro.

Ao chegar ao local os militares encontraram a vítima, sua mãe e o médico que a atendeu, sendo que este disse que a jovem chegou ao hospital com intenso sangramento vaginal e informou apenas que estava em uma festa e chegou a fazer uso de drogas e bebidas alcoólicas.

A vítima ainda teria dito que teve relação sexual e depois disso teria surgido o sangramento. O médico no entanto, avaliou, após exame, que a jovem pode ter sido vítima de violência sexual, já que verificou que ela teve laceração na vagina, provavelmente causado por algum objeto que foi penetrado nela.

Devido à gravidade da lesão a vítima foi sedada e encaminhada ao centro cirúrgico. Ela permaneceu internada para continuar recebendo atendimento médico.

Horas depois desta ocorrência, a Polícia Militar foi acionada novamente após serem informados que dois indivíduos supostamente armados teriam invadido o hospital para buscar as roupas ensangüentadas da jovem.

Os dois suspeitos teriam chegado à portaria e feito menção de estarem armados e ainda ameaçaram os funcionários. Os dois então entraram no hospital e começaram a procurar a vítima e suas roupas, mas não conseguiram encontrá-las e fugiram.

Testemunhas anotaram a placa do Corolla no qual eles fugiram e a Polícia Conseguiu identificar o dono do veículo. No entanto, de acordo com o boletim de ocorrência, ninguém foi preso.