Anúncios

A chegada de Ron Howard ao set de Han Solo: Uma certamente não foi das mais simples em sua longa carreira. Para além de ter recebido a ingrata missão de substituir a talentosa dupla de diretores formada por Phil Lord e Chris Miller, demitidos do projeto pela produtora Kathleen Kennedy após divergências criativas, o veterano cineasta ainda se deparou com outra situação inédita em sua carreira: um orçamento astronômico, que fez com que Han Solo se tornasse o filme mais caro de toda a franquia Star Wars.

De acordo com informações da Variety, o longa de origem do mercenário mais canastrão e querido da galáxia custou por volta de US$ 250 milhões, US$ 5 milhões a mais do que o valor gasto para produzir o aclamado Star Wars – O Despertar da Força e US$ 50 milhões a mais do que o orçamento de Rogue One e de Star Wars – Os Últimos Jedi – assim, Han Solo agora ocupa o Top 15 de maiores cifras de produção da história da sétima arte. A larga expansão da verba de produção, por sua vez, tem total relação com o fato de que Howard foi obrigado a refilmar quase 70% do material para alinhar o resultado final de Han Solo à visão criativa de Kennedy para a franquia.

De qualquer forma, a infernal produção e os altíssimos custos não parecem ter afetado em nada o rendimento da obra, que promete abrir com uma sólida bilheteria. Bem recebido pela crítica, inclusive pela avaliação 3,5 estrelas do AdoroCinema, a comédia de ação intergalática da Lucasfilm já está em cartaz no .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.