Anúncios

No mesmo fim de semana que membros da facção criminosa Comando Vermelho registraram em selfies momentos de lazer, fazendo uso de cigarros que aparentam ser de maconha, na Corrêa, também conhecida como , em (a 235 km de Cuiabá), agentes penitenciários apreenderam 200 chips para celulares, uma chave de fenda, um pacote pequeno contendo rebites de parafuso, 31 aparelhos de celulares, seis fones de ouvido e 14 carregadores.

A ocorrência foi registrada neste domingo (13), quando agentes penitenciários apreenderam diversos materiais ilícitos que estavam camuflados em um bebedouro que era entregue no local.

O bebedouro foi deixado na portaria da unidade prisional no início da noite para ser entregue a um dos custodiados. Após denúncia à unidade prisional de que o equipamento carregava materiais irregulares, os agentes verificaram a informação. A equipe de plantão percebeu que o equipamento estava com características de que tinha sido alterado. Os agentes retiraram as placas de alumínio inox, que revestiam o entorno do aparelho, e encontraram os celulares e chips, ainda nas embalagens.

A direção da penitenciária identificou o preso que seria destinatário do bebedouro e registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil, que deverá fazer uma investigação para identificar a pessoa que comprou o bebedouro, que foi entregue com nota fiscal.

Neste final de semana, selfies que foram tiradas da mesma penitenciaria circularam nas redes sociais.  Um dos presos, identificado como Lucas Marcolino, vulgo “pônei”, já teve fotos suas, também tiradas de dentro do presídio, espalhadas pela anteriormente. Em uma delas ele, um outro detento e uma criança fazem o símbolo “CV” com os dedos.

Na ocasião a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos () disse que os detentos foram retirados da cela onde estavam. Além disso, afirmaram que o local onde os presos estavam foi vistoriado e celulares foram encontrados e apreendidos. Por causa do ocorrido um procedimento disciplinar foi aberto contra os dois detentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.