Anúncios

Dois policiais militares foram afastados das funções após terem sido denunciados pelo (MPE) por suposto abuso sexual de duas adolescentes, em Colniza, a 1.065 km de . A Justiça determinou o afastamento nesta sexta-feira (18).

O G1 procurou a , mas até a publicação dessa reportagem, a instituição não se manifestou.

O MPE argumenta que os policiais podem interferir diretamente na condução do processo e, por isso solicitou a medida cautelar.

Segundo o MPE, mídias anexadas aos autos demonstram que um dos réus fez ameaça velada a uma das vítimas, depois que ela prestou depoimento ao promotor de Justiça do município.

De acordo com o inquérito, Moisés Silva Coronado e Welington Pablo da Silva Machado são suspeitos de oferecerem carona, ofertarem bebida alcoólica e manterem relação sexual com duas adolescentes.

A acusação diz que o fato ocorreu em horário de expediente, com os policiais fardados e utilizando a viatura da Polícia Militar.

Os policiais respondem a uma ação civil pública por improbidade administrativa. E também devem responder criminalmente.

Os policiais também podem responder por crimes militares na Vara Militar de Cuiabá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.