Anúncios

O extremamente bem-sucedido e aclamado  introduziu o humor irônico, violento, sombrio e ocasionalmente chocante do Mercenário Tagarela (Ryan Reynolds) aos públicos de cinema de todo o , perturbando uns e agradando a outros. No entanto, de acordo com um rumor divulgado pelo Game Radar, a Fox teria obrigado os responsáveis por Deadpool 2 a cortar uma cena pós-créditos da versão final por causa de seu sombrio e chocante conteúdo.

Segundo a descrição, a cena traria Wade Wilson, alter-ego de Deadpool, em uma ala de recém-nascidos de uma maternidade. Ao seu lado, um berço com um bebê cujo nome é conhecido por uma ficha de identificação: A. Hitler. Na suposta cena, em seguida, Deadpool consideraria matar ou não a criança; mandaria que um outro bebê calasse a boca, dizendo “Cala a boca, Ira, você ainda vai me agradecer por isso”; e, por fim, através do ponto de vista da criança identificada como A. Hitler, veríamos o Mercenário Tagarela estrangulando-a.

Vale ressaltar que a informação deve ser considerada como um boato uma vez que a Fox não se pronunciou sobre a suposta sequência – que teria sido removida pela major de Hollywood, recentemente vendida para a por US$ 66 bilhões, após sessões-teste com o público, onde a cena em questão teria sido reprovada. É possível, portanto, que trate-se de fake news, mas a julgar pelo humor polêmico de Deadpool, também é possível visualizar a cena como algo factível dentro do universo do Mercenário Tagarela.

Com ou sem polêmica, Deadpool 2 foi aclamado pelas primeiras impressões da crítica internacional e chega às telonas brasileiras nesta quinta-feira, dia 17 de maio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.