Anúncios

O menino, de 2 anos, morreu no hospital em do Leste (245 quilômetros de ) ontem, após dar entrada na unidade na última segunda-feira, com dor de garganta, febre e insuficiência respiratória. A chegou a usar ventilação mecânica, mas não resistiu.

Em nota a secretaria municipal de informou que “se a morte ocorreu por H1N1 só será comprovada por exames laboratoriais conforme recomendações do Ministério da Saúde”. A secretaria também abriu procedimento investigativo de óbito, composto por uma equipe multiprofissional. A conclusão sairá em 30 dias.

Segundo a secretaria nenhum caso de suspeita de H1N1 foi confirmado na região sul, entretanto, orienta que a população se previna contra a doença e fique atenta aos sintomas.

A funerária Primavera informou que o corpo do menino foi sepultado hoje de manhã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.