Anúncios

Empresários de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, realizaram uma carreata pelas principais ruas e avenidas do município nesta segunda-feira (9), pedindo por mais segurança e fim da violência. O ato foi realizado logo após o sepultamento do empresário Átila Nogueira, de 53 anos, assassinado dentro da casa dele, no domingo (8).

A carreata foi organizada pelo Sindicato Intermunicipal das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Rondonópolis e da Região Sul de (Sindimec-Sul).

Empresários pregaram faixas e colocaram urna simbólica sobre caminhão durante ato (: Sirlei Alves/TVCA)

Os empresários iniciaram o protesto no final da tarde, logo após o enterro do corpo de Átila Nogueira no Cemitério Vila Aurora.

Carreata percorreu as principais ruas e avenidas de Rondonópolis, nesta segunda-feira (9) (Foto: Sirlei Alves/TVCA)

Eles afirmam que o ato tinha o objetivo de chamar a atenção da população para a sensação de insegurança que a cidade vive atualmente.

O grupo colocou uma urna simbólica sobre um caminhão e fitas pretas nos veículos, simbolizando luto. No caminhão, duas faixas com os dizeres “mais um empresário morto por falta de ” e “empresários de luto” foram afixadas.

Empresário assassinado

Átila Nogueira foi morto a tiros por dois homens que invadiram a casa dele, no Bairro São Francisco, na manhã de domingo. Câmeras de segurança instaladas na residência filmaram a ação dos suspeitos. Até o momento, ninguém foi preso.

A trabalha com a hipótese de um assalto frustrado e suspeita que a dupla pretendia roubar a caminhonete do empresário.

De acordo com a polícia, a vítima já estava acordada e teria tentado se defender ao avistar os suspeitos. A dupla, então, atirou contra o empresário, que foi atingido duas vezes no tórax – sendo que um dos tiros atingiu o coração. O homem caiu próximo à porta da frente da casa, mesma saída usada pelos suspeitos para fugir do local, sem nada levar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.