Anúncios

Um homem de 40 anos, identificado como L.G.S., foi detido na tarde da última segunda-feira (02), no bairro dos Ipês, em , acusado de estuprar a própria enteada, de apenas 12 anos. Quem descobriu o fato foi a avó materna da vítima, após a irmã da menor relatar que ouvia gritos durante a noite, após o suspeito entrar no quarto em que ela dormia. Os abusos aconteciam praticamente todos os dias, conforme a denúncia.

Segundo o boletim de ocorrências (BO), uma equipe da recebeu a informação de que o homem teria abusado várias vezes da sua enteada, que é menor de idade. Sendo assim, os PMs seguiram para o local, mas os vizinhos disseram que ele havia saído da residência com a esposa.

Por volta das 20 horas, a equipe recebeu a informação de que o homem teria voltado para a casa. O suspeito estava na kitnet e foi abordado pelos militares. Uma testemunha teria dito que L. possuía arma de fogo e por isso foi iniciada uma busca no imóvel. Porém, nada foi encontrado.

Em seguida, os militares foram até a casa da avó materna da vítima, que afirmou que a neta era estuprada praticamente todo dia pelo acusado, que a ameaçava de morte. Ainda conforme a mulher, o homem dizia que, caso houvesse uma denúncia, não ia ‘dar em nada’.

Segundo a menor, por duas vezes houve sangramento na região de suas partes íntimas, mas ele não contou nada a ninguém por medo. A avó ainda relatou que descobriu o fato após a irmã da vítima, de apenas oito anos, dizer que ouvia gritos da vítima após o suspeito entrar no quarto dela.

Com medo, a criança acabava se cobrindo, temendo que o mesmo fosse feito com ela. Sendo assim, a avó conversou com a vítima, que depois de relutar, contou que foi estuprada pelo padrasto. L. foi encaminhado para a delegacia, onde prestou depoimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.