Anúncios

Uma operação integrada entre agentes penitenciários, policiais do setor de Inteligência da , Força Tática e , conseguiu frustrar a fuga de pelo menos 300 integrantes de uma facção criminosa na Penitenciária , em (215 quilômetros de ). As forças de receberam a informação de que a fuga estaria prestes a acontecer, na última segunda-feira (02) e montaram a ação, batizada de ‘Alcatraz’.

Objetos retirados de dentro do presídio da Mata Grande na Operação Alcatraz – : Divulgação

Segundo a Polícia Civil, há alguns dias as forças de segurança receberam a informação de que havia um plano de fuga em ação. Por conta disto, as equipes ficaram de prontidão durante toda a Semana Santa e Páscoa. Na última segunda-feira (02), após ter convicção de que os criminosos tentariam sair, todos os do presídio foram ocupados.

Além disto, viaturas e homens da Polícia Militar também ficaram do lado de fora da penitenciária, para inibir qualquer ação que pudesse ser realizada na parte externa. Durante revista no raio 3, descobriu-se que uma das celas estava cerrada e interligada por um grande buraco com a do lado.

Grade serrada na tentativa de fuga – Foto : Divulgação

Outras duas celas também estavam com as grades cerradas e com buracos interligando outros setores. A área acabou isolada até que fossem feitos os reparos necessários. Os materiais ilícitos encontrados foram retirados do local.

Ao todo, a operação conseguiu frustrar a fuga de pelo menos 300 detentos, que seriam integrantes de uma facção criminosa, que é responsável por comandar crimes de toda ordem, seja dentro ou fora do sistema prisional. O grupo também financia e orquestra os planos de fuga das unidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.