Anúncios

“Ele passava o pênis no corpo das vítimas com promessas que isso resolveria seus problemas amorosos”, disse a delegada.

No dia 09/04 (segunda feira), uma jovem de iniciais K.B.C. de 17 anos, procurou a Delegacia da Defesa da Mulher para registrar um boletim de ocorrência de abuso sexual, onde ela e algumas amigas sofreram por parte de um indivíduo de nome Fredson Willian, conhecido como Gordinho, que atacava de Pai de Santo para resolver seus problemas amorosos.

Segundo a comunicante, no dia 27/03, por volta das 13:00Hs, foi até a residência do suspeito Gordinho, no Bairro Junco em , juntamente com uma amiga buscar suas roupas, chegando lá o Gordinho disse a ela que precisava de uma babá, já que o mesmo morava sozinho com seu filho e pediu o telefone dela (comunicante) para sua amiga, que desde então o Fredson (Gordinho), começou a lhe ligar várias vezes, inclusive passando mensagens questionando o porque a sua mãe não deixou ela trabalhar em sua casa.

A comunicante (vítima) disse que havia brigado com seu namorado, nessa hora o suspeito disse que era para ela ir à casa dele pois tinha algo para lhe falar, sendo dia seguinte ela (K.B.C.) foi até casa dele (gordinho), chegando lá o mesmo disse que ela precisava tomar um banho pois estava muito Carregada, depois fez um banho de ervas para ela se purificar, em seguida disse que ouviu os Guias Espirituais dizer que uma menina havia feito macumba para ela, nisso a vítima tomou banho nas ervas e o suspeito disse que era para o banho secar no corpo, depois lhe levou até o quarto e que ele (Gordinho) estava só de toalha e disse para ela se deitar, pois o mesmo precisava passar velas em seu corpo, então começou a passar as mãos em suas partes íntimas, na sequencia tirou a toalha e começou a esfregar o pênis em seu corpo, nisso ela (vítima) estranhou e começou a se afastar, mas ele disse que era normal porque precisava tirar o líquido do seu corpo, porque o líquido era o encosto que precisava sair, a vítima disse ainda que esse fato aconteceu por 03 vezes.

Já a sua amiga, de iniciais R.C. de 15 anos, relatou que o suspeito (Fredson), pediu que a mesma tomasse banho com as ervas, em seguida entrou no banheiro e pediu para que ela entrasse no quarto, depois passou mel em seu corpo e começou a passar as mãos em suas partes íntimas e que isso aconteceu 02 vezes no mesmo dia.

Já a outra amiga, esta, de iniciais D.M. de 16 anos, disse que sua amiga K.B.C. contou que o Pai de Santo, (Gordinho), lhe havia contado que o suspeito ouviu os Guias dizer que o marido dela (D.M.) queria matar a mesma, então ela ficou curiosa, porém foi avisada que o Fredson benzia de forma estranha, mas que ela já tinha uma irmã trabalhando com ele (Gordinho) e que já sabia oque ele fazia, com isso, ela (D.M.) foi até a casa dele e lá o suspeito lhe deu ervas para a mesma tomar banho, mas que ela não tomou e jogou escondido dele, depois disse que precisava ir embora rápido, depois voltaria.

Segundo a Delegada de Policia, Titular da Delegacia da Defesa da Mulher, Dra. Judá Maali, as meninas se encontraram e conversaram entre si e como todas estavam com problemas amorosos o suspeito se aproveitando da situação enganou as vítimas para abusa-las sexualmente, com promessas de que se fizessem tudo que ele pedia elas retomariam seus relacionamentos normalmente.

Diante da situação a Dra. Judá Maali, representou pela prisão do suspeito Fredson Willian dos Reis Lemes, de 35 anos, pelo crime de violação sexual mediante fraude, dentre outros, que foi acatado pela comarca de Cáceres e o mesmo teve o mandado cumprido na data de ontem, 17/04, em sua residência no Bairro Junco.

Em seu interrogatório o suspeito se reservou no direito de permanecer em silêncio, que irá prestar declarações sobre os fatos somente em juízo.

O suspeito já se encontra preso à disposição da justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.