Anúncios

Este cara tinha uma segunda unha crescendo no topo do seu dedo médio. E ela se parecia muito com um dedinho.

Um homem de 28 anos do Paquistão foi ao com uma unha anormal crescendo em seu dedo médio. A anormalidade doía e o paciente a achava feia.

Os médicos executaram exames de raio-x e não encontraram nada fora do normal, além do óbvio, é claro. O pedaço extra era feito de queratina, o mesmo material que forma as unhas humanas. De novo: era uma pequenina unha crescendo ao topo do dedo médio deste cara.

Os a observaram, reconheceram que era algo estranho e escreveram uma análise para a International Journal of Surgery Open. Eles a removeram depois de anestesiar o dedo do rapaz.

Abaixo uma imagem da unha extra ao lado de uma seringa:

Já existiram muitos casos de unhas auxiliares, especialmente no caos de unhas dos dedos do pé. É algo genético, mas normalmente as pessoas não se incomodam por isso, escrevem os autores. Um recente estudo, inclusive, apontou que uma segunda unha no dedo mínimo é comum em todo o mundo.

No entanto, os autores do novo estudo escrevem que a unha que eles removeram, a que estava no todo de uma outra unha de um dedo médio, é rara.

O rapaz já a removeu e não sente mais dores ou se incomoda com a aparência da unha em dobro, mas por ela se parecer tanto com um dedinho sobre o seu dedo médio, seria como ter doidos dedos do meio em um – ei, dois xingamentos de uma única vez!

Imagens: Randhawa et al (IJSO 2018)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.