Anúncios

A em Cuiabá acumula alta de 5,8% nos três primeiros meses de 2018, segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Socioeconômicos (Dieese). Cálculos da instituição apontam que o salário-mínimo ideal para manter uma família de quatro pessoas na capital seria de quase R$ 4 mil.

Para economizar, o consumidor faz tudo que pode para levar mais por menos. E essa equação é quase um malabarismo.

“Às vezes, tem a promoção e a gente vai direto nela. O que estiver mais caro, deixamos de lado”, afirmou a dona de casa Jandira Domingues.

O , na teoria, deveria suprir as necessidades do trabalhador e da sua família, como: , moradia, , saúde e transporte.

A realidade, no entanto, é bem diferente. Tanto que o dieese estima que o salário mínimo deveria ser de quase R$ 3,7 mil. Bem diferente dos atuais R$ 954.

A do Dieese mostrou que a cesta básica em Cuiabá custa R$ 398. E para levar todos os itens, os cuiabanos precisam trabalham 91 horas e 55 minutos.

“Ele tem que trabalhar mais dametade do mês para se manter ativo, alimentado e em condições de continuar trabalhando. Essa é a nossa ralidade hoje”, afirmou a economista Núbia Selhorst.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.