Anúncios

Rayan Luandre Abreu da Silva, 23 anos foi preso pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis. O suspeito foi encontrado no bairro Monte , durante uma Operação denominada Alcatraz. Rayan está sendo apontado pela Polícia como principal suspeito em articular fugas e tentativas nos presídios de Sinop (a 693 km de Rondonópolis) e pela segunda vez na Mata Grande.

Na residência onde estava Rayan, foram localizados juntamente com ele várias munições, sendo de calibre .40, 14 munições calibre 12, munição de fuzil 762 e um revólver 357, que estava em posse do indivíduo, além de substâncias análogas a maconha. De acordo com o Boletim de Ocorrência Rayan já tem passagens por receptação e roubo.

Suspeito de compactuar com fugas em presídios é preso – Foto: Derf/ROO

Ainda de acordo com o Boletim após a análise de alguns áudios, a Polícia identificou que Rayan é membro de uma facção criminosa, responsável de executar o plano de fuga.

Suspeito de compactuar com fugas em presídios é preso – Foto: Derf/ROO

Rayan também foi apontado como suspeito de em novembro de 2017, ter explodido o muro da Mata Grande, e em fevereiro de 2018 ter tentado explodir o muro do presídio Ferrugem em Sinop. As investigações ainda apontam que Rayan, explodiria pela segunda vez um dos muros da Mata Grande.

A Derf aponta Rayan, como participante na fuga de 26 detentos da Mata Grande, em novembro do ano passado. Criminosos atiraram contra os agentes que estavam nas torres de do presídio jogaram explosivos no muro da unidade e ajudaram na fuga dos presos.

Reincidente estaria envolvido na tentativa de fuga dos detentos da Penitenciária Osvaldo Florentino Leite Ferreira, localizada em Sinop e conhecida como Ferrugem. O caso aconteceu em fevereiro ainda deste ano. De acordo com a direção da unidade, um dos agentes estava na torre de observação do presídio, quando viu uma movimentação suspeita do lado de fora.

Após perceber a ação, acionaram a sirene de alerta, os suspeitos que estavam armados começaram a disparar em direção das torres e fugiram em um de apoio. Os agentes fizeram rondas no entorno da penitenciária e encontraram um material explosivo e cápsulas de diferentes calibres. Não houve feridos.

Todas essas informações constam no Boletim de Ocorrência de número 2018.107010.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.