Anúncios

Os vereadores de Rondonópolis, a 218 km de , Roni Cardoso e Moacir José da Silva, ambos do PRTB, tiveram os mandatos cassados pela de Mato Grosso. De acordo com a sentença, a coligação dos parlamentares fraudou o sistema de cota feminina nas eleições de 2016.

Moacir José (à esquerda) e Roni Cardoso (à direita), ambos do PRTB, tiveram os mandatos cassados (Foto: G1)

Por meio de assessoria, a Câmara de Rondonópolis afirmou que os devem recorrer da decisão e podem aguardar a sentença de segunda instância no cargo.

A decisão é da juíza Tatyana Lopes de Araújo Borges, da 10ª Zona Eleitoral e foi disponibilizada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE).

De acordo com a sentença, durante a campanha eleitoral uma denúncia apontou que duas candidatas não concorriam, de fato, à eleição, “uma vez que não faziam campanha e não buscavam os votos dos eleitores”.

Após o pleito, foi constatado que as candidatas não tiveram nenhum voto.

“Nos autos existem elementos suficientes que evidenciam que os pedidos de registros de candidaturas foram simulados, bem como da ausência de intenção das candidatas e da coligação em preservar essas candidaturaS”, diz trecho da sentença.

Conforme a determinação da Justiça Eleitoral, cada partido ou coligação deve preencher o cota de 30% para vagas femininas e 70% para candidatos masculinos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.