Anúncios

O tatuador José Oliveira Filho, 58, foi preso em posso de um fuzil 762 na tarde de terça-feira (27), em Rondonópolis (218 km de Cuiabá). A prisão foi realizada pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf- ROO).

Conforme informações, os investigadores foram informados sobre a fuga de dois suspeitos após um roubo na Vila Operária. Em diligências chegaram até uma residência e ao realizarem a vistoria encontraram um fuzil 762 – calibre restrito – atrás de uma porta.

Em depoimento, o tatuador disse que há dois dias “amigos” de seu filho, que está preso em Sinop, pediram para ele guardar a arma.

No celular, foram encontradas conversas – via aplicativo – de José com o filho. Nas mensagens, Diego orientava o pai a ficar com arma e que depois de um jogo de futebol, os suspeitos buscariam o armamento.

A dupla entregaria ainda uma quantia de R$ 2 mil para o tatuador. José relatou aos investigadores que discordou, mas que “acabou guardando a arma”.

Diante dos fatos, o tatuador foi detido por porte ilegal de arma.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.