Anúncios

Investigadores da (Derf), conseguiram prender na tarde desta terça-feira (20), Solon Pereira de Souza, 30 anos, graças a uma denúncia de vizinhos da chácara onde o idoso, Raimundo Pereira Ibiapiano, 72 anos, foi espancado até a morte na quinta-feira (15) passada, na região rural de Rondonópolis. 

Solon Pereira de Souza apreendido pela equipe da DERF na zona Rural de Rondonópolis – Foto: Varlei Cordova De acordo com a Polícia, Solon é o presidiário que fugiu da , a , durante atividades laborativas três dias antes de cometer o crime que chocou e revoltou a população.

Segundo os investigadores, Raimundo foi brutalmente assassinado com vestígios de frieza. Solon não mediu esforços e entrou em luta corporal com a vítima, quebrando um dos braços do idoso utilizando uma picareta e depois foi arrombando duas portas sanfonadas de alumínio e uma de madeira da chácara até matar a vítima na residência do patrão.

Detalhes da perícia realizada pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (), mostram que o suspeito utilizou uma picareta, um machado e uma ferramenta conhecida como alavanca, para arrombar as portas e matar Raimundo, tudo porque o ele reagiu e segundo palavras do assassino: “Matei porque ele reagiu e se reage, eu mato!”

Munições e uma faca também foram apreendidas com o assassino.

Arma munições apreendida em sitio – Foto : Varlei Cordova

Solon já cumpria pena de 22 anos na penitenciaria da Mata Grande e depois de fugir na semana passada, começou a realizar furtos em toda a região, arrombando casas para roubar comida, roupas e outros objetos de seu desejo.

Objetos encontrados com Solon Pereira de Souza – Foto: Varlei Cordova

Depois de invadir as casas e propriedades das vítimas, o suspeito se escondia na mata, onde foi preso através da denúncia de moradores da região.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.